gremlins-posterCriaturas diabólicas apavoram os moradores de uma pequena cidade.

Hoje é o dia da união e da tolerância, quando até o terror precisa ser ameno e bem mais divertido do que assustador. Afinal de contas, você não vai deixar os seus parentes se empanturrando na sala e se enfiar no quarto sozinho para ver um filme. Esta é a oportunidade perfeita para provar que você não é assim tão anormal e compartilhar sua paixão por terror sem ofender ou traumatizar ninguém, com este filme meio nojento e debochado mas natalino, feito especialmente para ser assistido em família.

É uma cidade pequena, muito pacífica e acolhedora, onde todos se conhecem e não só se cumprimentam. Se você vai atingir um local desses com uma praga, que ela seja pelo menos engraçada. O diretor pode até ser um veterano do terror, mas o filme é uma comédia com sustos, com um roteiro do sempre infantil Chris Columbus e produção do eterno aventureiro Steven Spielberg. Gremlins é tão Disney que tem até cenas da Branca de Neve e uma vilã cheia da grana e perversa com animais, típica dos desenhos do estúdio.

gremlins 1Na véspera de Natal, Randall um inventor de engenhocas inúteis, chega em casa com um presente para o filho Billy, que já é um adulto e trabalha em um banco para sustentar a família, já que o pai não consegue construir nada com qualidade suficiente para ser comercializado. A mercadoria problemática vem da China, que choque! Um animalzinho peludo com lealdade canina e apelo felino. Gizmo é uma gracinha, o único da espécie, qualquer que ela seja e Billy se encanta imediatamente, só que o presente não é perfeito. Não existe explicação sobre as origens, mas algumas regras precisam ser mantidas para que o bichinho não crie problemas.

Eu tenho a impressão de que o conceito por trás da criatura foi imaginado por uma professora do jardim de infância. Eu digo isso porque fui uma por um período bem curto, graças a Deus. Crianças são lindas e inocentes, quem não gostaria de ter uma por perto? Agora, junte várias delas, alimente-as fora de hora, quando deveriam estar dormindo por exemplo ou jogue-as em uma piscina e elas se transformam em verdadeiros monstros, causando pânico nos indefesos adultos. As regras são tão ridículas e elas já foram parodiadas em sequências do filme, porque não tem explicação lógica, mas fazem sentido na vida real quando aplicadas aos seres mais fofos da nossa espécie.

Gremlins 2Gizmo não pode ser molhado, mas como conseguir esta façanha durante o inverno, com a cidade coberta por neve? Apenas uma gota d’água e ele começa a se multiplicar. Até aí tudo bem! Billy pode vender os cinco ou seis peludinhos que pularam do corpo do seu bicho de estimação, para aliviar as contas da casa. Nada de comida depois da meia-noite. Parece simples mas é complicado para um ser constantemente faminto e com a inteligência de uma criança pequena. Em pouco tempo esta regra também é violada e o que se vê é o surgimento de várias das mais grotescas e irritantes criaturas já criadas no cinema. Fisicamente, parecem filhotinhos do diabo e se comportam como tal, com um prazer absurdo em destruir propriedades e matar quem aparecer pelo caminho.

A trilha sonora é talvez o aspecto mais importante do filme. Ela aparece em rítmos e estilos diferentes por todo o filme, de acordo com a cena, mas é sempre a mesma. É um pouco pretensioso, como se a música já fosse famosa, mas inteligente se você está tentando criar um futuro clássico. Eu posso jurar que em um certo momento, até os próprios gremlins estão cantarolando a musiquinha. Se eles estão bagunçando o natal mesmo, por que poupariam as canções da data?

Então, com toda a zoação, seria Gremlins um filme de terror de verdade? Sim, com certeza! As criaturas são letais para muitos personagens e elas foram muito bem retratadas. Pelo modo como se movem, em nenhum momento você diz que são apenas bonecos. Mas é um terror leve, apesar de que algumas cenas são realmente assustadoras. Pode servir como a introdução ao terror para muita gente, o momento de teste, para saber se o gênero serve ou não para alguém. Sua avó vai chamá-los de feiosos, enquanto está com a boca cheia de farofa. O importante é que a terceira regra dos cuidados com os bichos, é nunca expô-los à luz forte, porque é fatal para eles. Não é legal que a solução para o problema, em caso de descontrole, seja a luz do sol do dia 25? Que simbólico! Viu? Pronto, pronto vó, já passou!

Advertisements