Dirigido por Sam Raimi
Dirigido por Sam Raimi

A maldição do Necronomicon manda Ash de volta no tempo, para liderar uma batalha contra o exército da escuridão.

 

 

 

 

Pela primeira vez em três filmes, saímos da cabana. O terceiro filme não só mostra a vida de Ash antes das férias nas montanhas, como o transforma em uma personalidade tão versátil quanto a Barbie, aparecendo em qualquer ambiente e desempenhando qualquer tarefa.

Necronomicon, o livro que causa dores de cabeça há mais de uma década, está em poder de demônios que transitam pela Inglaterra medieval, tomando o lugar de pessoas comuns. Uma guerra divide dois povos, que se culpam pela maldição que caiu sobre todos. No local mais hostil que já teve a infelicidade de estar, Ash é capturado e mantido como um escravo, apanhando de mulherada e ignorando os costumes da época. Com a sua camisa azul de botões e cinto fino, que nessa altura já viraram um uniforme, ele é visto como um inimigo, até que a serra elétrica em sua mão, contra os diabinhos que castigam a população, o transforma em uma figura a ser respeitada.

army of darness2Mesmo com a famosa câmera passeando pela neblina e com Raimi arrumando um jeito de colocar Ash sozinho em uma construção de madeira, Uma Noite Alucinante 3 é uma aventura, não um terror.

Uma lenda, já mencionada no segundo filme, diz que um homem especial irá liderar os vivos contra o exército do mal. Não há nada mais especial do que um homem do futuro, que chegou com uma espingarda nas costas e um carro sem gasolina, por mais que ele não se importe muito com o destino daquele povo.

Ash precisa do Necronomicon para voltar para a sua época, mas depois de tanto apanhar e ainda mais longe de casa, ele está de saco cheio e eu admito que é uma delícia vê-lo se aproveitando do seu poder de fogo, para abusar da boa vontade daquele povo primitivo. Mas a evolução deste personagem, que acompanhamos desde o tímido início, onde ele mal salvava a própria pele, até o momento em que ele se torna o salvador da humanidade, nunca o desculpou do fato de que ele é um herói de ocasião. Apesar de ser o escolhido da profecia, o trabalho mal feito de Ash, que consistia em recuperar o livro recitando um feitiço corretamente, resulta em uma guerra ainda maior do que ele encontrou quando voltou no tempo. A busca pelo livro, que parecia importante o suficiente para ser o clímax do filme, é ofuscada por uma batalha épica entre o bem e o mal, dando a Ash a oportunidade de ser um herói de verdade.

Army_of_Darkness2Os mortos estão voltando a vida, direto de suas covas e super bem humorados. Mesmo não correspondendo a um batalhão militar, o número de esqueletos impressiona. Nada no filme dá medo, na verdade, todos se comportam como se estivessem em um desenho animado. Se não fosse pela maquiagem demoníaca em alguns personagens, não haveriam restrições quanto a exibir o filme para crianças.

Levar a história para uma época diferente, não matou o charme da trilogia. O personagem principal é adaptável e fazê-lo passear por três gêneros em três filmes, reforça o quanto tudo não passa de um pesadelo. Este é o mais divertido de todos e Ash está mais brega do que nunca. Mas ele tem passe livre pra ser, porque ninguém ao seu redor entende as asneiras que saem da sua boca. Ele é o Falcão! É uma combinação de Indiana Jones com os Três Patetas! É uma Barbie!

Advertisements